TopoCima

Dedução de IVA no IRS

15% do IVA de alguns serviços, até € 250

Em 2015, e à semelhança do que tem acontecido num passado recente, é permitida a dedução em IRS de 15% do IVA suportado na aquisição de serviços de reparação de automóveis, reparação de motociclos, restauração e alojamento, e cabeleireiros, até ao limite de € 250. Não é muito, especialmente se pensarmos que é preciso gastar quase € 9 000 usufruir da totalidade do benefício, mas em tempo de vacas magras há que aproveitar tudo. Além do mais, é uma forma de ajudarmos a combater a evasão fiscal (a conhecida história de “quando todos pagam, todos pagam menos”).

Como vai funcionar

  1. Quando fizer uma aquisição dos serviços acima mencionados, peça para incluírem na factura o seu NIF e guarde-a.
  2. Em princípio essas facturas serão automaticamente comunicadas à Autoridade Tributária, pelo que periodicamente deve ir ao site e-fatura e verificar que todas as suas aquisições estão presentes, a partir do final do mês seguinte à aquisição. Se estiverem, pode mandar a factura para o lixo (se não precisar dela para outros fins).
  3. Se por acaso alguma das aquisições não estiver no referido site, então será preciso introduzi-las manualmente, através do mesmo site. ATENÇÃO que nesta situação deve conservar a factura por um período de quatro anos, contado a partir do final do ano em que ocorreu a aquisição. Se por exemplo fizer uma compra em Fevereiro de 2013, deve conservar a factura até 31 de Dezembro de 2017. Felizmente, e em princípio, estes casos serão pouco frequentes.

Quanto é que isto me vai fazer poupar?

Imaginando o seguinte cenário:

  • Restauração: € 6 / dia
  • Cabeleireiros: € 20 / mês
  • Reparação automóvel/motociclo: € 300 / ano
  • Alojamento: € 500 / ano

Chegamos aos seguintes cálculos:

  • Montante total gasto: € 3 230
  • IVA suportado: € 604
  • IVA dedutível em IRS: € 90

Recursos adicionais

Para saber mais sobre esta medida, sugiro que consulte o seguinte:
Partilhe:

145 comentários a Dedução de IVA no IRS

  1. Sandra Silva Fevereiro 16, 2015 at 17:31 #

    Boas,
    Estive a verificar as minhas facturas todas do ano de 2014.
    E tenho uns problemas…
    É que tenho as despesas da universidade, registadas pelo fornecedor (IPCA), em outros e nao consigo mudar para educação,…
    e tambem quase todas as facturas das farmacias estao registadas em outros…

    Quando tento mudar aparece o seguinte:

    ‘Código de enquadramento aquisição actividades emitente’ inválido (emitente não tem CAE na secção/classe indicada

    Não posso fazer nada??

    • Joaquim Félix Fevereiro 17, 2015 at 15:08 #

      O ano 2014 é assim, só em 2015 é que pode e deve alterar.
      Só vai contar em outros as de 2014 para sorteios.

      Quando entregar o IRS 2014 coloque lá os valores de educação e da saúde.

      cps

  2. José Fevereiro 18, 2015 at 19:12 #

    Boa noite.
    Para as facturas de 2015 o e.factura continua a não permitir alterar as classificações, por exemplo da educação, devolvendo a mesma resposta relativa à CAE. Pode ajudar-me pvr? Antecipadamente grato

    • Filipe Lage Fevereiro 18, 2015 at 22:34 #

      Boa noite José

      Verifique o CAE da instituição de ensino em http://www.sicae.pt e, se necessário, reporte a situação à equipe técnica do e-fatura (ver secção de contactos).

  3. Rita Jorge Fevereiro 20, 2015 at 10:43 #

    Bom dia,

    As facturas de educação são emitidas em nome e com o NIF dos Dependentes. Como podemos verificar a sua comunicação ao e-factura?

    Obrigada

  4. Anabela Fevereiro 22, 2015 at 19:51 #

    Boa tarde. Estou a introduzir as faturas no e-fatura. Os recibos do Colégio do meu filho só tem o valor. qual é a taxa de IVA que coloco?
    Obrigada

  5. Natacha Fevereiro 23, 2015 at 10:34 #

    Bom dia,
    Tive que trocar de carro em 2014, e a factura foi registada pelo stand nas “reparações com veiculos”. Devo retirá-la?
    Só as reparações é que contam, não é?
    Será que me pode aconselhar?
    Obrigada

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt
Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:
  • Os seus dados nunca serão partilhados
  • A newsletter é totalmente gratuita
  • Pode desistir em qualquer altura
Não quero ver este alerta de novo, por favor.