TopoCima

Calculadora do salário líquido 2014

A presente calculadora do salário líquido para 2014 pode ser utilizada por funcionários do sector público ou privado e tem em conta IRS, Segurança Social, sobretaxa e pagamento em duodécimos do(s) subsídio(s). Para cálculo da pensão líquida, utilize a calculadora da pensão líquida 2014.

Funcionários públicos – Redução remuneratória: a calculadora assume que a remuneração base introduzida é a obtida após a redução remuneratória em vigor. Para calcular a redução a aplicar em 2014, utilizar a ferramenta Redução remuneratória função pública 2014.

Sector:
Enquadramento:
Nº de Dependentes:
Remuneração base:
Subsídios:
Tipo do subsídio de refeição:
Valor do subsídio de refeição (total do mês):
Outras remunerações (suj. a IRS e Seg. Social):
N.º dias trabalhados:
Taxa Segurança Social:
Visualização de resultados:

Esperamos que lhe seja útil.
Como sempre, caso tenha alguma dificuldade ou encontre algum problema, por favor deixe um comentário.

Achou esta ferramenta interessante? Por favor siga a nossa página no Facebook e subscreva a newsletter. Obrigado.

Partilhe:

1.095 comentários a Calculadora do salário líquido 2014

  1. Sandra Veiga Dezembro 30, 2014 at 12:06 #

    Bom dia,

    Tenho uma questão que ficaria muito agradecida se me esclarecesse.
    Fui a uma entrevista de trabalho, onde me disseram que o salário líquido, já com tudo incluído seria de 520 Euros e que a empresa pagaria os 11% da Segurança Social. Contrato inicial de 6 meses.

    Qual é então o salário Bruto e o valor do Subsídio de alimentação para que no final receba os 520 Euros?
    Sector: Privado
    Enquadramento: Casado 2 titulares (apesar de na empresa não me terem perguntado nada)
    Dependentes: 1

    Agradeço antecipadamente a atenção dispensada.

    Com os melhores cumprimentos

    Sandra Veiga

    • Joaquim Félix Dezembro 30, 2014 at 20:02 #

      As condições têm de ser explicadas, não diz se tem subsídio de refeição e quanto é o valor diário.
      Pela lei em vigor deve estar o duodécimo já incluído no vencimento mensal.

      520€ líquidos pode ser muita coisa diferente, o desconto para IRS, seja qual for a situação do estado civil é 0%.

      Supondo que pagam o duodécimo (50% do natal e 50% das férias) (1/24 +1/24 =2/24= 1/12) e não havendo subs. refeição.
      540€ base + 45€ duodécimo =585€. Desc.11% 64,35€ Seg Soc. + 0€ irs + 0€ sobretaxa, dá líquido 520,65€

      Supondo que existe algum valor de subsídio irá baixar o valor do base.

      cps

  2. Joao Paulo Janeiro 2, 2015 at 23:37 #

    Boa noite,

    gostaria se vos fosse possível que me esclarecessem a seguinte duvida:

    No dia 20 de Outubro de 2014 devido ao nascimento do meu primeiro filho usufrui da licença de paternidade dos 10 dias úteis obrigatórios e a estes juntei mais 10 dias de opção, tendo gozado assim 20 úteis consecutivos, de 20/10 a 3/11 perfazendo assim os 20 dias úteis. O que pretendo esclarecer é por que razão a minha entidade patronal contabilizou 26 dias de licença de paternidade, descontando 12 dias no mês de Novembro e 14 dias no mês de Dezembro. Sendo o meu ordenado base de 638.25€ e 37.12€ (de diuturnidades), o valor descontado nos 12 dias foram 270.15€ e nos 14 dias 315.17€ sendo a taxa de irs em ambos os meses de 6.5%.
    Da segurança social recebi um cheque de 488,60€ pelo pagamento dos 20 dias.
    Agradeço que me auxiliem a perceber se estes valores estão correctos, pois no mês de Dezembro a minha remuneração foi inferior ao ordenado mínimo nacional.

    Cumprimentos e bem haja pela vossa ajuda

  3. Rui Sousa Janeiro 11, 2015 at 15:31 #

    Boa tarde,

    Tenho uma dúvida no cálculo do subsídio de natal.
    Trabalho no setor privado e recebi duodécimos em 2014.
    No entanto, o valor do meu salário foi alterado em setembro de 2014, ou seja, recebi um determinado valor até agosto e depois a a partir de setembro um valor superior. Todos os duodécimos pagos nos 12 meses foram calculados como 1/12 de 50% da remuneração mensal.
    A minha dúvida é a seguinte: visto que no mês de novembro pagaram 50% do subsídio de natal sobre o valor da remuneração mensal não teria que os restantes 50% totalizar o mesmo valor (pagos ao longo do ano nos duodécimos)?

    Desde já agradeço, cumprimentos,

    Rui Sousa.

  4. nay Janeiro 16, 2015 at 12:22 #

    boa tarde
    desde já os meus parabéns
    gostaria que me ajudassem numa questão
    comecei agora numa empresa, por trabalho temporário ao qual vou receber os 505 de ordenado base que dá 2.91 por hora, mais 3.50 de sub de alimentação, mas o meu horário vai conter horas noturnas das 2000 as 2330 ou seja 3h 30 m que terão outro valor, andei a procura mas não encontro o valor, julgo que serão 25% por hora correto? sendo assim como poderei fazer para calcular o ordenado, mais os respetivos sub de natal e ferias,
    estou a fazer esta questão pois possivelmente em março poderei ir para outra empresa que tem valores diferentes e poder efetuar a melhor escolha,
    desde já grata pela atenção dispensada

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tabelas IRS 2013! Faça a simulação com os seus valores! - Janeiro 15, 2013

    […] aqui a sua simulação definindo a sua tipologia de contribuinte e colocando os seus valores […]

  2. Simulador de rendimento líquido mensal – Publico e Privado (inclui sobretaxa) | Economia e Finanças - Janeiro 16, 2013

    […] = 250;   Uma outra alternativa de simulação que foi recentemente disponibilizada é a Calculadora do salário líquido que, se escolher a versão completa de resultados – lhe devolve as várias parcelas para as […]

  3. Anónimo - Janeiro 16, 2013

    […] […]

  4. Acho que a PWC se enganou | 10envolver: examinar, explicar, fazer crescer - Novembro 3, 2013

    […] este corte me pareceu exagerado, fui ao blog do Pedro Pais que tem uma calculadora para 2013 da remuneração […]

  5. Calculadora do salár io líquido | Manuscritos Digitais - Janeiro 6, 2014

    […] http://www.pedropais.com/ordenados-e-pensoes/calculadora-do-salario-liquido […]

Deixar uma resposta

FinancasPessoais.pt
Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:
  • Os seus dados nunca serão partilhados
  • A newsletter é totalmente gratuita
  • Pode desistir em qualquer altura
Não quero ver este alerta de novo, por favor.